Visite www.advogado.adv.br

Eletrônicos - Livros - Apostilas - Presentes - Serviços... Pague em até 12x no cartão de crédito, ou por boleto bancário!

 

 

 

CLIQUE SOBRE A FIGURA


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BUSCA ARTIGOS ] VAGAS E EMPREGOS ] ARTIGOS 2008 ] ARTIGOS 2007 ] ARTIGOS 2006 ] ARTIGOS 2005 ] ARTIGOS 2004 ] ARTIGOS 2003 ] ARTIGOS 2002 ] ARTIGOS 2001 ] ARTIGOS 2000 ] ARTIGOS 1999 ]

O MEU ADVOGADO

Autor: Dr. Marconi Mendonça da Silva


Relato de uma desconhecida:

Há aproximadamente três anos, fui acidentada. Realizada a ocorrência policial, foi o caso investigado e, após algum tempo na Justiça, foi declarada a culpabilidade do motorista descuidado. Eu não desejava que ele fosse condenado. Ficou também acertado um acordo para ressarcimento dos prejuízos causados a mim. Embora a dívida tivesse sido parcelada, foram os títulos vencendo, sem nenhum pagamento ou esclarecimento a respeito. Assim, fui forçada a recorrer a um advogado, que iniciou uma nova ação. Fiquei, então, esperando fosse feita justiça. Como o tempo passava e não recebia qualquer notícia do caso, telefonei para o escritório do advogado e obtive a informação de que ele havia-se desligado do escritório, entregando meu caso a outro, continuando a ação.

Concernente à situação espiritual, ocorre também algo de que ninguém escapará. Criado à semelhança de Deus, o ser humano transgrediu, afastou-se do seu Criador. Deus sempre misericordioso providenciou um meio de conciliação. Enviou à terra o  seu  único  filho

JESUS CRISTO – possibilitando a volta de sua criatura a ele.            Nas Sagradas Escrituras, em I João 2.1., lemos:

“... mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, JESUS CRISTO, o justo.”

Este advogado não entrega alguém que o busca!                                 Certo advogado famoso disse que, ao morrer, pedirá duas horas a Deus para fazer sua defesa e conquistar o reino dos céus.                   Embora tão conhecedor das leis terrenas, desconhece, por completo, as divinas. Somente JESUS CRISTO, que se entregou na cruz pelos pecados da humanidade, pode justificá-lo.

Há também, nas Sagradas Escrituras, uma séria advertência para aqueles que não se interessam pelo assunto.

Em Hebreus 9:27 e 28, lemos:

“E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo, assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação”.

Quer a criatura deseje ou não, haverá um juízo após a morte. E quem não tiver Jesus como seu Advogado? Como enfrentará o julgamento divino?

Tem sido fácil, para uma grande parte da humanidade, crer e aceitar tudo: crendices (superstições), filosofias, tradições – e até demonstrar muito interesse por coisas mirabolantes, e, por que não, até impossíveis! Entretanto, para com essa simples mensagem, porém certa e segura, demonstram indiferença, desinteresse.

Prezado leitor: Não se coloque nessa ala. Você não acha que é importante ter Jesus como seu Advogado, para defender a sua causa perante Deus, naquele inevitável dia?

Aceite a Cristo e confie nele como seu Salvador pessoal e viva feliz nesta vida e para sempre, não esquecendo que:

 É CERTA A VITÓRIA PERANTE O TRIBUNAL DE DEUS!


Autor: Dr. Marconi Mendonça da Silva

http://www.advogado.adv.br/dr/marconi 


 
 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oportunidades em todo o Brasil.

 
Eletrônicos - Livros - Apostilas - Presentes - Serviços... Pague em até 12x no cartão de crédito, ou por boleto bancário!